Campeões Europeus! Parabéns, Seleção! Parabéns Norberto Santos!

É oficial! A seleção de Portugal é campeã europeia de Futsal, depois de ter assegurado o primeiro lugar no torneio da Federação Internacional de Futebol para Síndrome Down. No derradeiro jogo, Portugal venceu a seleção de Itália por  3 a 0.

É com todo o orgulho que damos os parabéns aos vencedores e, particularmente, ao nosso Norberto Santos, que integra a equipa.

Parabéns!

(foto: ANDDI)

Norberto Santos na Seleção Nacional de FUTSAL

À partida para o Campeonato da Europa de Futsal-SDOWN, em representação de Portugal, o Norberto Santos deixou várias mensagens: vai marcar muitos golos, o seu jogador favorito é o Cristiano Ronaldo e o seu clube do coração é o Benfica. O campeonato decorre nesta semana, em Terni, na Itália, de 11 a 15 de novembro.

Boa sorte, Norberto! Boa sorte, Seleção! Tragam a taça para cá!

 

Uma conversa sobre… Participação Comunitária!

Uma sala muito bem composta por Pais e Encarregados de Educação, dois convidados especiais e um bom tema para lançar a conversa: foi assim que se passou a tarde na CERCIMIRA. A participação comunitária foi o tema em destaque.

Vamos ser diretos: a verdade é que as pessoas com deficiência e incapacidade são frequentemente pouco vistas e pouco participantes nas comunidades onde residem. Hoje partilhou-se que parte do problema, pode estar em fatores como a ausência de oportunidades declaradamente inclusivas, na pouca sensibilidade das associações, na relutância e comodismo da própria família, ou mesmo na timidez da própria pessoa.

Mas também é certo que nas comunidades locais funcionam movimentos associativos, grupos, clubes, práticas religiosas, festas e costumes tradicionais onde a participação é possível e desejável. Isto porque participar, antes de mais, é um direito.

Ouviu-se em particular o testemunho do agrupamento de escuteiros do Seixo. A Dirigente Benilde Rocha falou do desafio que o escutismo lança aos seus associados, da aprendizagem pela ação e do crescimento pela experiência conjunta e vivida em grupo, na natureza e na sociedade. Referiu que acolher pessoas com incapacidade tem sido um desafio e que há sempre lugar para proporcionar uma experiência a quem quiser. Mas atenção: uma experiência adequada aos potenciais e expectativas de cada um.

Seguiram-se as palavras do representante do Clube Domus Nostra, Paulo Grego, que apresentou a associação sedeada em Portomar, Mira. Entre o futsal e todos os seus escalões competitivos, o rancho folclórico, o karaté, o grupo de fados e tudo mais, não se esqueceu de assinalar como todos são importantes para o funcionamento do Clube, desde quem marca o golo no campo, a quem está a fazer as sandes ou a dar ar às bolas.

Enquanto se discutiam as dificuldades locais, das portas fechadas às barreiras arquitetónicas, ouviu-se também, na primeira pessoa, como pode ser importante ir cantar no côro da eucaristia, fazer um espetáculo para crianças, ou participar na marcha popular lá da terra.

Foi já a pensar como a participação das pessoas com deficiência e incapacidade, bem como a sua presença visível, são determinantes para a sociedade inclusiva que todos queremos, que se seguiu para o lanche partilhado.

Então, a mensagem que fica é a seguinte: se conhecer, divulgue. Se for preciso, avise. Se houver lugar para mais alguém, pergunte. E se presenciar a participação de pessoas com deficiencia ou incapacidade nestas vidas associativas, pois dê-lhes os parabéns!

Uma visita à Leal e Soares

A Repórter Cecília Rocha conta, honestamente, como foi a última visita do grupo de competências sociais:

No dia 17 de Setembro, segunda-feira, o grupo de treino de competências pessoais e sociais, juntamente com a Teresa e a Fatinha, realizou uma visita à Fábrica Leal e Soares na zona Industrial de Mira.

Antes da visita tirámos uma linda fotografia para recordação. Depois veio a Senhora Engenheira Cecília que nos trouxe uns coletes para podermos entrar. A senhora Engenheira explicou-nos que a fábrica é de reciclagem orgânica e vimos como se faz o substrato para as plantas. Vimos também como os colegas trabalham na fábrica.

No final da visita tirámos outra foto de grupo. Foi muito giro, eu gostei muito, só foi pena o cheiro que se sentia dentro da fábrica.

Férias Coloridas

Foi assim batizado o novo projeto da CERCIMIRA, através do qual vamos proporcionar uma experiência de colónia de férias a um grupo dos nossos Clientes.

Já que se trata de férias, o programa será cumprido à boa maneira Portuguesa nas praias do Algarve, mais concretamente na zona de Lagos. O objetivo, como o próprio nome indica, é proporcionar uma experiência de férias saudáveis e de momentos de lazer nesse contexto, oferecendo também, indiretamente, algum tempo de descanso aos cuidadores familiares dos nossos Clientes.

As atividades previstas passam essencialmente pelo descanso e bom-trato. Para o chamado cultivo do bronze, está marcada a visita obrigatória à célebre Praia da Batata (na imagem), além disso, está também previsto um passeio maior até à histórica vila de Castro Marim,  para visitar a feira Medieval. A comitiva parte dia 1 de setembro. Ricas férias!

O Projeto Férias Coloridas é cofinanciado pelo Programa Nacional de Financiamento a Projetos do INR, IP. (n.º 211/2018)

 

Boccia inter-instituições

Hoje acolhemos o 3.º Torneio de Boccia no nosso pavilhão desportivo, uma competição que confrontou os campeões de algumas instituições sociais do Conselho de Mira. Esta iniciativa organizada pelo CLDS de Mira valeu pelos momentos de convívio inter-geracionais, tendo proporcionado um dia diferente aos participantes.

O Boccia é uma modalidade desportiva criada especialmente para pessoas com paralisia cerebral, sendo atualmente generalizada a quaisquer praticantes com alguma limitação na sua mobilidade.  É um jogo de precisão e de tática, que passa pela tentativa de aproximar as bolas da equipa de uma outra bola mais pequena, que marca o ponto de referência.

Em relação aos resultados… bom, as equipas da CERCIMIRA não facilitaram nada e, não fazendo a coisa por menos, ficaram mesmo com o 1.º e 2.º lugar.

O nosso agradecimento ao CLDS de Mira e a todos os visitantes: a Associação de Idosos Mirense, Associação Social de Solidariedade de Carapelhos e Corticeiro de Baixo, Centro Social e Paroquial de Mira e do Centro Social e Paroquial do Seixo de Mira.

Crónica breve da romaria

Neste sábado repetiu-se pela sétima vez o São Pirilampo Mágico, o festival de petiscos da CERCIMIRA, visitado por aproximadamente mil pessoas.

As portas abriram-se para os convidados, numa tarde que esteve muito agradável para petiscar e conviver, entre amigos e ao som da música.  E neste capítulo, temos de agradecer, desde já, aos nossos animadores de serviço no palco. Os primeiros  pertenceram à seção juvenil da Banda Filarmónica de Mira: meninos afinados e atentos ao seu Maestro, numa altura em que a maioria das pessoas ainda não tinha chegado, à boa maneira Portuguesa… Foi pena, porque a sua atuação merecia mais público. Seguiu-se-lhes a atuação dos palhaços Lélito e Pancrácio, que trouxeram uma corrida super-animada e que não acabou mal porque a criançada estava atenta à justiça do resultado.

Um dos momentos da tarde foi a atuação do nosso Grupo de Expressão Dramática, que representaram uma história de um menino que se sentia excluído, até que o Pirilampo e os seus amigos lhe mostraram o mundo.

Chegou depois o momento dos inevitáveis Gaiteiros da Presa, que percorreram o recinto várias vezes, antes de darem as boas-vindas, no palco, ao Amadeu Mota ao som da Laurindinha. Depois foi um show… os anos passam, mas o Tio Amadeu continua em grande forma: houve tempo para o bailarico, para a valsa e para o tango e até mesmo para relembrar a “Suzuki Vermelha”. . . Faltou o “Pega na Guitarra e Canta, Rapaz”, mas o certo é que o palco ficou mesmo bem entregue.

Pelas mesas e tasquinhas, entretanto, foram-se esgotando as reservas de pataniscas, rojões, caldo verde, peixinhos fritos, moelas, enquanto a conversa se animava na zona do bar, onde cronicamente se terminam as noites de arraial. O São Pirilampo Mágico repetiu-se e as moelas estavam mesmo no ponto.

Obrigado a todos os que ajudaram, a todos os que animaram, a todos os que visitaram. Agora, aqui ficam as imagens do dia na nossa galeria:

São Pirilampo Mágico – 7.º Festival do Petisco

Jornadas Desportivas – 2018

Na passada semana realizou-se mais uma edição das nossas Jornadas Desportivas! Quatro dias de animação, desporto e convívio proporcionados aos nossos Clientes e aos caríssimos convidados, provenientes de organizações congéneres.

A título de curiosidade, este ano acolhemos convidados de Centros de Atividades Ocupacionais (CAO) e de Centros de Formação Profissional (CFP) Anadia, Aveiro, Águeda, Caldas da Rainha,  Lousã, Castanheira de Pêra, Pombal e Santa Marta de Penagueão.

As Jornadas Desportivas deste ano contaram com o apoio do Município de Mira e da Junta de Freguesia do Seixo, portanto, aqui fica o nosso agradecimento!

Agora, veja as imagens nas nossas galerias:

 – Jornadas Desportivas dos CAO
 – Jornadas Desportivas dos CFP 

Ele está de volta…

O São Pirilampo Mágico vai repetir-se pela 7.ª vez, na CERCIMIRA! Dia 7 de Julho, as portas vão abrir-se pelas 16h00 para mais uma tarde e noite de convívio, com petiscos, música e animação!

A receita já é bem conhecida e tem resultado pelo melhor para garantir uma noite agradável: arraial popular, tasquinhas com petiscos, aqui e ali uma animação no palco ou nos arredores, um espaço infantil para a criançada se divertir, uma exposição de trabalhos.

Das novidades a destacar neste ano, há que falar na presença do caríssimo Amadeu Mota e do seu conjunto musical. O nosso Grupo de Expressão Dramática também tem andado em ensaios intensivos! Além disso, também vamos reduzir a pegada ecológica do evento, disponibilizando pratos de plástico reutilizáveis.

Os bilhetes já estão disponíveis. Fale connosco e venha passar a tarde e noite do dia 7 julho à CERCIMIRA!

crescer na diferença